X

Santa Cecilia

Escola Infantil Paritaria Santa Cecilia

50 anos de atividades pedagogicas passaram rapidamente e alegremente entre os sorrisos de muitas crianças. Hoje, muitos deles, são genitores, onestos trabalhadores, professionistas, cidadões modelo. Deles a recordação é viva, mas muito foi esquecido e transformado invão. Alguns não estão mais neste mundo, e desejamos que estejam na felicidade eterna, sobre a proteção de Deus e entre as esqueiras dos Anjos e dos Beatos. Compriendo que minha memória, por quanto seja boa, não consegue recordar todos e tudo, enquanto não é eterna quando é confiada aquela mortal dos homens.

Il tempo que foge causa sofrimento com o tumutuoso desenrolar dos eventos. Por furtuna nem tudo se distrói! Para não ser esqucido nasceram as memórias estoricas: as volontárias e involontárias; as mudas e as escritas. Fonte necessaria para todas as gerações, capases de unir o presente ao futuro. Da qui a história é maestra de vida, feita pelos homens e deles mesmos utilizadas como meio de civilização e progresso.

Como para os grandes eventos, também para a nossa Escola Materna “Santa Cecilia”, é importante reunir os primeiros vinte e cinco anos de pequenas recordações mas, esaltantes. Não recordações de simples saudades e inútil comemoração, mas história progressiva de homens que com as melhores pérolas produzem virtude. O meu orgulho, das minhas Irmãs Rita, Maristela, Pierina, Rosa, unida as nossas colaboradoras, é aquele de me alegrar ao ver e escutar que a maior parte das nossas crianças se distinguem quando adultos, entre todos, pela seriedade, moralidade, cultura, professionalitá.

Isso quer dizer que as obras realizadas com as familias, valeu apena, é eficaz e de bons resultados. Por isso é necessario continuar e insistir na estrada inicial. Se alguns o muitos não são motivo de glória e satisfação, quer dizer que para eles não foi feito tudo ou o melhor. Verso cada prevenção é finalizado o nosso empenho e a cada recuperação enderecados os nossos futuros esforços. As recordações nos servem não só para continuar mas sobretudo, para melhorar afim de dar para a sociedade um bom numero de crianças, cheios de virtudes que rendem forte e sereno a vida humana. Hoje que a civilização consumista é em crise, a ação educativa já dos primos anos da infancia ficou mais necessario, mais urgente, mais incisiva. Todas as instituições educativas, publicas e privadas, se esforçm para formar bons cidadões do amanhã. Porém, quando faltam as estruturas, os meios, o espirito de sacrificio, o amor ao próssimo, cada projeto pedagógico morre. Próprio nesse momente, se criam os atacamentos, os abandonos, as mudanças de direção, que como uma corrente fazem piorar a sociedade.

 

Exibição por página